CANÇÕES ILUMINADAS DE AMOR

by Wander Wildner

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $9 USD  or more

     

1.
Caminando Y Cantando (Santiago Guidotti) Intro: D Bm D Bm Em A D G Em A D Caminando y cantando no sé adónde voy pero igual yo no me detengo G Em A D Sigo buscando a cada paso que doy a cada sitio que voy o remanso Bm D Bm Oh... oh... oh... oh... oh... oh... Em G A D Em G A Si quieres puedo caminar contigo y no quieres ok no ay problema yo sigo D G Em A D Caminando y cantando no sé adónde voy pero igual pero yo no me detengo G Em A D No sigo buscando a cada paso que doy a cada sitio que voy o remanso D Bm D Bm Oh... oh... oh... oh... oh... oh... Em A Em D Em G A D Yo no creo en el calor de jugar como carnada para pescar el amor yo no necesito nada Bm D Bm Em A Oh... oh... oh... oh... oh... oh... D G Em A D Caminando y cantando no sé adónde voy pero igual yo no me detengo G Em A D No sigo buscando a cada paso que doy a cada sitio que voy o remanso D Bm D Bm Em A Oh... oh... oh... oh... oh... Em G A D Em G A D Si quieres puedes caminar comigo y si no quieres ok no ay problema yo sigo Em G A D Em G A D Y seguiré recibiendo despedidas y no parare hasta el final de mis días Em G A D De cantar y caminar buscando y encontrando bienvenidas
2.
PUERTAS Y PUERTOS (Santiago Guidotti/Wander Wildner) Em F#m (3x) G A D F G A (2x) D F# A D Las puertas que se abrem por la eternidad Me levam a lugares onde eu deveria estar Em F# Em F# A ruas e seus nomes podem até podem variar Em F# G A Mas o caminho é um e eu estou indo prá lá B F Vou levantar as âncoras, abrir as trancas D G Em C e ver que o mundo é o que sou, seguir o trilho do coração D G Em C E ir para onde ele for, seguir o trilho do coração D Ir para onde ele for Rumando a um puerto com la serenidad Encuentro em mi camino amigos de verdad Tan lejos e tan perto estão a onde eu vá Eles vivem comigo embora morem lá (2x) Vou levantar as âncoras, abrir as trancas e ver que o mundo é o que sou seguir o trilho do coração, ir para onde ele for eu vi uma ave no céu e ela estava ali comigo, eu vi
3.
Coração Em Pólvora (Gustavo Kaly) [Intro] D G A G D Eu decidi parar a chuva, eu passei os dias neutros A G Eu bebi do seu sangue, brindei o seus tormentos A Mas tenho que dizer que de nada vale a vida G Sem ter o que dizer sobre como vale a vinda D De seu brilho em minha casa, seus tiros disparados G Risos incontroláveis, remédios tarja preta A Um desejo na gaveta, um papel e uma caneta G Uma carta em desabafo, despedaços de verdade A G D Mas aqui nessa cidade. nem tudo é relevante A G Mas aqui nessa cidade (D G A G) E o motor desse gigante destruindo a paciência Mas tenho que sair contemplar essa existência E a estrada e a resposta com as sua condolências Vou deixando tudo mais e partir sem resistência Eu tenho chão em minha frente,e se quiseres vir comigo Tenho alma para dois, tenho flores pro inimigo Mas se quiseres vir depois tenho calma a te esperar G D A G Vou jantar, agora, se nada mais me faz pensar em tudo D A G Então que venha a imensidão do seu coração... em pólvora
4.
04:01
SAUDADE (Wander Wildner) G D C G ah ah ah ah que saudade o vento sopra em seus cabelos ah ah ah ah que saudade por entre espelhos eu me vejo E C D G o tempo vai o tempo vem e tudo volta pro começo ah ah ah ah que saudade sinto saudades do seu jeito ah ah ah ah que saudade um fogo queima no meu peito o tempo vai, o tempo vem e tudo volta pro começo ah ah ah ah que saudade ainda sinto aquele beijo ah ah ah ah que saudade eu tenho um ultimo desejo o tempo vai, o tempo vem e tudo volta pro começo ah ah ah ah que saudade eu tenho um ultimo desejo ah ah ah ah que saudade… que tudo volte pro começo
5.
REZAS DE UM MARUJO (Gustavo Kaly) Intro Em D (2x) Em D Vejo o decolar dos pássaros onde estou contando os passos pra voltar E no peito há um vazio, o perfil de um homem só que um dia renascerá A saudade é como um coice, é luta de martelo e foice prá esquecer No altar deuses e musas, levo anjos krishna e buda prá voar G D A D Eu já me acostumei a ser o punk da turma G D A D Deixar o tempo passar, esquecer, romantizar No porão há um barril onde dedico um tempo meu para pensar Navegando em mar hostil o uísque forma um rio que alma naufragará O poema queima os lábios, perfura o coração do sábio capitão são as rezas de um marujo, o suor e o sangue sujo que nas veias correrão G D A D Eu já me acostumei a ser o punk da turma G D A D Deixar o tempo passar, esquecer, romantizar
6.
02:35
Folksom (Wander Wildner) Intro: (G C D G)(2x) G Estou caminhando, eu estou vivendo C D G C D G Como um Rolling Stone, como um Rolling Stone G Estou só tocando, eu estou cantando C D G C D G Como um Beatleson, como um Beatleson G Estou me movendo, eu estou dançando C D G C D G Como um Kings of Leon, como um Kings of Leon G Estou murmurando, eu estou pensando C D G C D G Como um Batmasterson, como um Batmasterson
7.
03:53
Beachboys (Wander Wildner) Intro (G Em C G Em C D C G C D G) G Em C Os Beach Boys era uma banda que eu gostava Todos os discos do Beach Boys eu escutava D C G Mas uma das canções me fez voar C D G Daí eu fui pra praia ver o mar (Em G Em G C D G) Como num sonho, Brian Wilson apareceu E uma canção comigo ele escreveu Sobre uma surfista em Macau Pegando um supertubo espacial Ela tinha um longboard bem maneiro E vivia em cima dele o dia inteiro Pegando altas ondas por aí Sonhando em surfar no Havaí Areias flamejantes nos tocavam Fagulhas delirantes sopravam E todos entorpecidos a dançar A música que vinha lá do mar
8.
03:05
O Sinal (Wander Wildner/Cristiano Carlos/Cleverson Cassanelli) Ela andava pela cidade, distraída Pensando na vida, esperando o Sol (2x) Ela subiu a montanha mais alta E acendeu uma fogueira Na cidade, todos souberam que era um sinal As crianças pegaram suas roupas de frio E correram para as montanhas Os mais velhos seguiram as crianças Então ela soube que a sua mensagem tinha ido além Ela andava pela cidade, distraída Pensando na vida, esperando o Sol (2x)
9.
Numa Ilha Qualquer (Wander Wildner) Ele se esquece dos sonhos quando acorda E é por isso que ele sonha acordada Sonhar com ela o tempo inteiro juntos Mesmo separados por um oceano A milhas e milhas distantes daqui Ele leva ela dentro de si Com você eu viveria num,a ilha deserta, numa ilha qualquer Ele planeja uma aventura com ela Que pode ser até pra lugar nenhum Pode ser pra dentro de si mesmo Algo lá no fundo diz que é possível Uma parceria profundamente leve, intensamente, prazeirosa
10.
ÉTER NA MENTE (Wander Wildner) No teu olhar tem muito mais amor do que no ar Até porque o ar é invisivel é rarefeito, ele é seco E é tão úmido quanto o sabor de um longo beijo que me cola E se descola em pleno céu que em si transborda O céu azul é muito mais azul do que o mar Até porque o mar não é azul é esverdeado, é molhado E é salgado como o gosto doce do teu gozo que escorre E corre feito a lava quente de um vulcão em chamas O mar Vai muito mais além no meu olhar Até porque o mar é infinito ele é éter na minha mente Explode feito um gás que evapora mas permanece Aquece a alma e transcende o universo
11.
O Breakfast do Tio Dylan (Wander Wildner) G C G Hoje eu acordei e comecei a rir de tudo que eu havia feito antes. Tinha feito keks na noite passada e estava bem tranquilo. Fui regar as plantas e catei umas laranjas caídas pelo chão. G C D G Tudo parece mais simples e eu me pego cantando outra vez. D Lizia imagina só o que é o breakfast do tio Dylan. C G O tempo é relativo por aqui. (2x) C G O tempo é relativo por aqui. (2x) Saudei o vizinho com um sorriso enorme e cumprimentei a todos. Estava com a música do Frank Jorge tilintando na cabeça. Pus novamente o vinil pra tocar e percebi que era familiar. Tudo parece mais simples e eu me pego cantando outra vez. Lizia imagina só o que é o breakfast do tio Dylan. O tempo é relativo por aqui. Vi você lavando suas meias de lã com o sol no seu cabelo. E quando o sol rebate na parede da varanda eu fico ali pela manhã. O tempo é relativo por aqui às vezes, quase que ele para. Faz tudo parecer mais simples e eu me pego cantando outra vez. Lizia imagina só o que é o breakfast do tio Dylan. O tempo é relativo por aqui.
12.
A Dança de Tudo (Paulo do Amparo/Wander Wildner) [Intro] Em D Em D C D (2x) G Em C D G Nunca faço planos sempre tenho a visão de que são inúteis Em C D G Gosto demais da vida e não vou comprometer tudo aos meus desejos ou vontades C D G Em Sou parte do mundo e sou também o meu próprio mundo (2x) (C D) G Em C D G Visualizo possibilidades, edito passados, agarro o agora e o aqui Em C D G Meus pés procuram sempre o chão, mar e céu são abismos que mergulho nos sonhos C D G Em E nas minhas caminhadas de solidão quando deixo tudo pra trás (2x) (D Em D Em D C D) G Em C D G Demônio sempre devorador que nunca mata a fome nem a sede Em C D G Sabotador do desejo, domador de instintos, fascinado por destruição C D G Em Um amor quente que queima tudo e evapora em nuvem de tempestade (2x) (C D) G Em C D G Esperanças são sementes dormindo, terras e águas e dias e noites Em C D G Grãos de areia no fundo da ampulheta coisas que o coração mistura C D G Em Nas batidas, no fluxo redesenhando as margens do rio (2x) C D G Em Nas batidas, no fluxo Redesenhando as margens do rio (C Em D Em D) C D G Notas da música da dança de tudo
13.
No ritmo da vida (Wander Wildner) Eu vou no ritmo da vida, eu vou no ritmo que a vida me levar (2x) Eu vou andando Eu sigo em frente a caminhar Eu vou no tempo Aonde a estrada me levar Chegando lá Quero te encontrar (2x) Eu vou no ritmo da vida Eu vou no ritmo que a vida me levar (2x) Eu vou subindo E lá no alto eu vou voar Eu vou pro espaço pro espaço sideral Chegando lá Quero te encontrar (2x) Eu vou no ritmo da vida Eu vou no ritmo que a vida Eu vou no ritmo da estrada Eu vou no ritmo das minhas pegadas Eu vou no ritmo da bicicleta Eu vou no ritmo da minha prancha Eu vou no ritmo da minha guitarra Eu vou no ritmo dos meus amigos Eu vou no ritmo que a vida me levar
14.
La Canción Inesperada (Wander Wildner) E A E La Canción Inesperada de um amor inesperado D C voy hacer, voy vivir, con amor F#m B Em uma cidade apaixonante, eu estou a rodar e a rodar F#m B caminhando pelas ruas, eu sigo a sonhar e a sonhar La Canción Inesperada de um amor inesperado voy hacer, voy vivir, con amor Bicicletas passam por mim, e eu sigo a rodar e a rodar Lampejos em meu coração, e eu estou a sonhar e a sonhar La Canción Inesperada de um amor inesperado voy hacer, voy vivir, con amor
15.
03:01
Dani (Jimi Joe) G Am C Quem sabe eu bebi, quem sabe eu estou louco D G Quem sabe eu te ame e meu amor seja pouco Am C D Quem sabe de nós, o que acontecerá, o que será o que será Em C D G Eu só sei que eu vou te amar por anos e anos a fio D D G nadamos tão bem andamos legal vamos por aí Am C D E no fim do dia ainda podemos falar e sorrir G Em C D G Mas quando o espírito se libertar, quem tomará conta dos gatos?
16.
03:46
ON THE ROAD (Wander Wildner) Intro: E (G D E) A E Não me importa onde quer que eu ande, Não importa onde quer que eu more. Minha mochila está sempre a mão E eu estou sempre pronto prá partir A E D E Sempre a mão, pronto prá partir. G D E A E Você me viu quebrando a cara, Você me viu tentando tudo Me sacrifiquei o tempo inteiro. Decidi abrir mão de tudo. E G D E
17.
Rodando o Mundo (Wander Wildner)      G D C G Estou rodando o mundo com amor no meu coração cruzando pelas estradas em meu carrão maverikón (2x)   C A D G E tenho um páraquedas para te salvar porque trago um paraquedas no meu coração (2x) Estou subindo as montanhas da guarda Estou surfando na praia de Evory Estou atravessando o vale da utopia estou nadando na praia dos sonhos   C A D G E tenho um pára-quedas para te salvar porque trago um para-quedas no meu coração (2x) I´m a Wanderer you are my peace I´m a prisioner you are release I´m a pilgrim you are hold so long I´m a singer you are the song e tens um paraquedas para me salvar porque traz um paraquedas no seu coração ratatata
18.
Boas Notícias (Gustavo Kaly) G C Com a barba feita e os sentidos aguçados eu olho mapa D G Que engessado mostra apenas um caminho e mais nada G C Atrás do estábulo deixei adormecida guardada uma carta D G E me prometa leia apenas quando o sol alcançar atrás da mata C G Eu lhe prometo que trarei boas notícias quando eu voltar D G se eu não voltar as boas notícias estarão lá C G Se por acaso as boas notícias não encontrar, você D G aí fudeu, aí fudeu No wallkman eu tenho carga pra seis horas e Johnny Cash Não aprendi a ler as horas no relógio digital Com a luz baixa eu me viro com a lanterna de seu pai Quando Berlin estiver a poucas milhas dou um sinal C G Eu lhe prometo que trarei boas notícias quando eu voltar D G se eu não voltar as boas notícias estarão lá C G Se por acaso as boas notícias não encontrar, você D G aí fudeu, aí fudeu

about

This time Wander Wildner really went crazy!
The bard has been spreading to the wind that here and now is cheap, and says he left his old but famous and well-known songs in an old silver chest and prepared for the future (does he exist?) A new show.
Our most effective adventurer made a stop at Thomas Dreher's studio in the Porto Alegre, Brazil, and recorded 18 tracks, including two unreleased songs, 'Heart in Gunpowder' and 'Pray for a Sailor', with only his voice, guitar and guitar. The new album - Illuminated Songs of Love - aims to present this new phase of the intrepid singer of the small crowds.
Contact for the show +5542999081000

Dessa vez Wander Wildner enlouqueceu mesmo!
O bardo anda espalhando aos quatro ventos que o aqui e agora é o barato, e diz que deixou suas antigas, porém célebres e conhecidas músicas, guardadas num velho baú de prata e preparou para o futuro (ele existe?) um novo show.
Nosso mais eficaz aventureiro fez uma parada no estúdio de Thomas Dreher, na capital dos gaúchos, e registrou 18 temas, entre eles duas inéditas, 'Coração em Pólvora' e 'Rezas de um Marujo', apenas com sua voz, violão e guitarra. O novo álbum - Canções Iluminadas de Amor - tem por objetivo apresentar essa nova fase do intrépido cantor das pequenas multidões.
Contato para show +5542999081000

credits

released January 1, 2020

Produzido e gravado por Thomas Dreher e Wander Wildner
desenhos da capa e contracapa de Allbie Paulhus

Produced and recorded by Thomas Dreher and Wander Wildner
Cover and back cover Images by Allbiepaulhus

license

tags

about

Wander Wildner SC, Brazil

Mandatory entry of the virtual encyclopedia of Brazilian rock since the time he was the vocalist of the band Os Replicantes in the 80s, Wander Wildner debuted his solo career in 1996 with the album Baladas Sangrentas, recorded by his friend and legendary producer Tom Capone. ... more

contact / help

Contact Wander Wildner

Streaming and
Download help

Report this album or account

If you like Wander Wildner, you may also like: